Notícias e Publicações

Notícias

09/07/2018

Crescer junto

Participantes comemoram 20 anos de adesão ao Previ Futuro. Entidade investe cada vez mais em educação previdenciária para associados.

Pensar no amanhã e planejá-lo faz parte do caminho para ser feliz. É a trilha para ter um futuro seguro, promissor e batalhar por uma carreira de sucesso. Refletir sobre o que impacta a qualidade de vida e quais são as expectativas no horizonte é o que torna real um planejamento de vida. É preciso assumir responsabilidades e fazer as escolhas certas para atingir objetivos pessoais e profissionais. Ecoa então em nossas mentes, mesmo quando adultos, aquela pergunta que Renato Russo já cantava: “O que você vai ser quando você crescer?”
 

Previ Futuro

O Previ Futuro tem atualmente 86.724 participantes e um patrimônio de mais de R$12 bilhões – o que o coloca entre os maiores fundos de pensão do Brasil. Conta com dois tipos de benefícios: de risco, que inclui complemento de aposentadoria por invalidez e de pensão por morte; e programados, que são a renda mensal de aposentadoria, a renda mensal antecipada de aposentadoria, renda mensal vitalícia e renda mensal de pensão por morte.

Hoje, 95% dos funcionários empossados após 24/12/1997 são associados ao Previ Futuro, um índice expressivo e de sucesso quando comparado aos demais planos de pensão existentes. A maior parte dos participantes está na ativa (98,1%), enquanto uma pequena minoria se aposentou (1%) ou deixou pensionistas (0,9%). Nesse cenário, no qual a maioria está trabalhando, a premissa é acumular saldo em conta e conscientizar o associado sobre como melhor gerir o seu plano. Por isso, a Previ tem como uma de suas prioridades maximizar o benefício do participante de acordo com seu perfil de risco, um dos objetivos estratégicos da entidade.

Natural de São Paulo, Alexandre Spirics sempre teve a certeza da importância da Previ para seu futuro e para a complementação de sua aposentadoria. Ele tomou posse em 15/6/1998, tendo trabalhado na Gecex SP I e II e na Gepes São Paulo antes de começar uma nova etapa profissional como coordenador da Gepes Brasilia, em 2017. Para ele, a mudança ressignificou a sua carreira, trazendo novas atividades, novos conhecimentos e novos amigos na família BB. Spirics considera a Previ um lugar seguro no presente e futuro do associado e vê a importância da filiação à previdência complementar fechada: “Se algum colega estivesse em dúvida quanto à adesão, diria para aderir imediatamente. Caso não o faça, mais adiante irá se arrepender”, afirma.

Jonas Batista é hoje analista de TI na Previ, mas passou por várias idas e vindas antes de chegar lá. Nascido em Osasco, SP, já fez de tudo um pouco, tendo atuado como chaveiro, fotógrafo, vendedor de brindes e até ajudante de pedreiro antes de se tornar bancário. “Eu era muito jovem e, como todos os jovens, eu não estava tão preocupado com a aposentadoria… ela parecia tão distante”, declarou. Da mesma turma de Spirics, ele também tomou posse no BB em 15/6/98, já tendo atuado como caixa executivo, gerente de relacionamento e assistente operacional em áreas distintas no Banco do Brasil.

Como tudo começou

Em 15/6, os primeiros associados do Previ Futuro comemoraram 20 anos de adesão ao plano. A Reforma Estatutária de 1997 introduziu um modelo de gestão participativa na Previ e promoveu a ampliação da participação dos associados nos destinos da entidade. Assim, para cumprir sua missão e pagar benefícios a todos os associados, de forma eficiente, respeitando também a emenda constitucional nº 20 que determinou a paridade das contribuições, é criado o Previ Futuro, plano destinado aos novos funcionários do BB, no qual os participantes tomam a frente da gestão de seu benefício e precisam ter mais ciência dos rumos de sua contribuição.

Para Spirics, o interesse pela Previ começou mesmo antes de entrar no Banco do Brasil, há 20 anos. “Certa vez, quando eu ainda trabalhava em outra empresa, ouvi falar da importância da Previ. Fui a uma agência para obter informações de como poderia me associar. Para minha tristeza, fui informado que só funcionários poderiam aderir. Não tardou muito e fiz o concurso. Ao ser convocado, uma das primeiras perguntas que fiz foi em que momento iria me associar e como era a contribuição. Finalmente, a adesão foi feita no meu primeiro dia de trabalho. Eu estava muito feliz!”, declarou.

Educação Previdenciária é o caminho

O Previ Futuro é um plano de contribuição variável jovem, aberto a novas adesões e em expansão no qual o valor final do benefício depende do saldo acumulado na reserva de poupança do associado. Nele, a renda variável é estratégica para o crescimento da tríade: tempo de contribuição, aportes e rentabilidade acumulada. Surge aí a importante premissa de o associado ser também o gestor do seu benefício. Para isso a educação previdenciária é fundamental, pois quem entende sobre o seu plano de previdência pode tomar as melhores decisões de acordo com a sua jornada pessoal.

“Eu tinha a certeza da importância da Previ para o meu futuro e para a complementação da aposentaria. Hoje, com as incertezas da previdência oficial, há uma recomendação geral para que as pessoas busquem fazer uma previdência particular ou poupança como forma de garantir um rendimento na melhor idade. Além disso, pude usufruir de vários serviços que a Previ oferece, como o pecúlio (Capec), empréstimo pessoal e usufruir de alguns dos convênios firmados com indústrias e outros prestadores de serviços”, afirmou Spirics.

De maio a junho a série Valor do benefício foi publicada no site Previ com a finalidade de sanar dúvidas, auxiliar o participante e disponibilizar conteúdo sobre fatores determinantes na gestão do plano. A série é uma das ações implementadas pela entidade para trazer mais consciência e reflexão ao associado na hora de fazer suas escolhas, bem como entender a importância de ser cogestor do seu benefício, identificar o seu perfil de investimento e aumentar sempre que possível seu saldo de conta. “Sempre orientei os colegas quanto à necessidade de acompanhar os rendimentos dos perfis e analisar se não era o momento de alterar para outro, de analisar a possibilidade de contribuir com a 2B. Incentivava também a contratarem a Capec ou, para os que já tinham, a aumentarem o capital segurado”, revelou Jonas.

A entidade tem implantado alterações significativas em seus canais de atendimento para melhorar a experiência do usuário, como o AppPrevi, com versões atualizadas constantemente e com novas funcionalidades de acordo com as necessidades do associado. A mais recente trouxe o gráfico de planejamento do saldo de conta mais interativo e outras informações complementares sobre os planejamentos. O AppPrevi também trouxe uma nova ferramenta: Meu Benefício. Através dela, o usuário pode simular qual o valor futuro deseja obter, de que forma e quais as melhores escolhas para o seu futuro. É uma oportunidade de o associado participar mais ativamente do processo de gestão do saldo de conta, conhecendo mais o seu plano. Com isso, são intensificadas as ações de educação previdenciária e a Previ se aproxima cada vez mais do participante, fortalecendo essa relação, um dos objetivos estratégicos da entidade.

A importância de estar a par e participar da gestão do seu plano fica ainda mais clara com o passar do tempo. “Hoje, passados 20 anos, eu vejo o quanto foi bom ter aderido a Previ. Com certeza, não teria acumulado de outra forma o saldo de reserva que hoje eu tenho”, afirmou Jonas.