Notícias e Publicações

Notícias

09/03/2018

Déficit ficou para trás

Plano 1 termina 2017 com resultado positivo de R$ 9,6 bi e chega ao equilíbrio em janeiro de 2018.

O Plano 1 terminou o ano com um resultado positivo de R$ 9,6 bilhões e uma rentabilidade de 14,85%. Em janeiro o plano retornou ao equilíbrio atuarial, e está com um superávit acumulado de R$ 1,3 bilhão. O déficit de 2015, no valor de R$ 16,1 bilhões, ficou definitivamente para trás. Os números mais uma vez comprovam que os ativos da Previ são sólidos, fortes e resilientes, compostos por empresas da economia real, de setores produtivos e que investem vultosos recursos em seus negócios.
 

Faça o download da apresentação de resultados do Plano 1 em 2017.

Desinvestimento líquido

Depois de uma recessão que provocou uma queda no Produto Interno Bruto (PIB) entre 2014 e 2016, em 2017 a economia brasileira mostrou os primeiros sinais de recuperação. Entre as notícias positivas, registraram-se o início da recuperação do mercado de trabalho, a inflação em acentuado viés de baixa e um recuo histórico na taxa básica de juros (Selic), que chegou a 7% no fim do ano. A redução diminuiu a rentabilidade das aplicações em títulos públicos. Essa queda fez com que, de modo geral, as Entidades Fechadas de Previdência Complementar procurassem uma maior diversificação em suas carteiras. A Previ é uma delas: apesar de um leve aumento nos limites de alocação em Renda Variável do Plano 1, de um intervalo que variava entre o mínimo de 41,75% e máximo de 49,75% para um de 43,90% a 51,90%, a tendência em 2018 é diminuir a exposição da carteira, com um rebalanceamento e aumento da diversificação. O conceito, chamado de desinvestimento líquido, é simples: ao vender participações, a Previ realoca parte dos recursos levantados em novas companhias com expectativa de valorização, bom fluxo de dividendos e elevados padrões de Governança Corporativa. Em 2017, essa estratégia de desconcentração já entrou em prática, com a liquidação da CPFL Energia e compra de ações da BR Distribuidora.

Redução das taxas de juro podem refletir na meta atuarial

A meta atuarial corresponde à rentabilidade mínima que os investimentos precisam atingir para o cumprimento das obrigações assumidas pelo plano. Na Previ ela é formada pelo INPC + 5% ao ano, ou seja, estima-se que em um ano os investimentos tenham rentabilidade de 5% acima da inflação.

O objetivo de reduzir a meta é tornar o plano mais sustentável no longo prazo. Com a redução dos juros e consequente menor atratividade dos títulos públicos, restam poucas alternativas com baixo risco que possibilitem rendimento acima da meta atuarial. Diminuir a meta é trazê-la para um nível estrutural de longo prazo, o que possibilita que a estratégia de desinvestimento do Plano 1 seja realizada com muito mais segurança.

Mais Liquidez

Em um plano com o nível de maturidade do Plano 1, em que cerca de 90% dos associados já se aposentou, é preciso ter mais liquidez e menos risco. A renegociação do acordo de acionistas da Vale, o mais importante movimento do ano em renda variável, refletiu essa diretriz. Ao final de 2016, o Plano 1 detinha 15,50% de participação na Vale por meio da Litel (holding que concentra as participações externas na Vale). Esse percentual estava avaliado em R$ 24,2 bilhões.

A migração da companhia para o Novo Mercado, o segmento de mais elevadas práticas de governança corporativa da B3, trouxe boas perspectivas. Após a reestruturação, que resultou na  operação de troca de ações preferenciais por ordinárias e a incorporação da Valepar, ocorreu incremento da participação da Previ em 1,70%, sem desembolso de caixa. Com isso, a participação indireta do Plano 1 na Vale passou a ser de 17,20%.

A renegociação do acordo de acionistas da Vale também está em consonância com um dos objetivos estratégicos do Plano 1, “Balanceamento da gestão de ativos e passivos visando ao equilíbrio do Plano 1”.

Assista os vídeos sobre o Resultado 2017

Resultado 2017 do Plano 1
Presidente Gueitiro fala de equilíbrio atuarial e conjuntura econômica.

Plano 1 em Números
Presidente Gueitiro apresenta números do plano: associados, benefícios pagos, recursos.

Governança da Previ
Presidente fala sobre o compromisso da Previ, sua missão, visão e valores.