• Notícias e Publicações
  • Sala de Imprensa
  • Fale Conosco
  • Ouvidoria
  • Recadastramento
  • Previ in English

Notícias e Publicações

Notícias

09/05/2019

Divulgado o Boletim de Desempenho de março

Acompanhe mensalmente os principais números do seu plano

 

A Previ divulga mensalmente os resultados dos planos de benefícios, com informações fundamentais como a rentabilidade dos investimentos por segmento e as relações completas dos ativos das carteiras de cada plano. É uma ação de transparência da Entidade, já que a exigência legal é de que essas informações sejam publicadas apenas uma vez por ano. 

Clique nas imagens abaixo e faça o download do Boletim de Desempenho do Plano 1 e do Previ Futuro:

Previ Futuro

A rentabilidade de março do Previ Futuro é de 0,61% e a acumulada em 2019 é de 4,87%. O desempenho é bem superior à meta do período, que está em 2,93%. Os segmentos que mais se destacaram nos primeiros meses de 2018 são o de Investimentos no Exterior, com uma rentabilidade de 13,43%, e o de Renda Variável, com uma rentabilidade de 8,66%.

No Previ Futuro, o associado tem um papel fundamental na gestão do plano ao optar por um perfil de investimentos. São quatro opções: Conservador (0% em Renda Variável), Moderado (de 0% a 20% em Renda Variável), Arrojado (de 20% a 40% em Renda Variável) e Agressivo (de 40% a 60% em Renda Variável).

Plano 1

A queda das ações de Litel – a holding pela qual a Previ investe em Vale – após o rompimento da barragem de Brumadinho, em janeiro de 2019, foi um dos fatores que impactou negativamente o resultado de março do Plano 1. A rentabilidade do plano no ano foi negativa em 0,06%. Ainda assim, é importante ressaltar que o Plano 1 continua a ter um superávit de R$ 797 milhões. 

Desde setembro de 2018 a metodologia de avaliação de Litel, a holding pela qual a Previ investe em Vale S.A., foi alterada. A mudança tornou a avaliação mais aderente ao valor atual da companhia, já que reflete o preço das ações na Bolsa mensalmente. Antes disso, a avaliação acontecia uma vez ao ano. Com a nova metodologia, a precificação é realizada ao final de cada mês, considerando uma média ponderada das cotações dos três meses anteriores ao último dia útil do mês corrente, que também será ajustado pelos ativos e passivos constantes do balanço da Litel. Em contabilidade, os ativos são considerados os bens e direitos de uma empresa, enquanto os passivos são as obrigações que a companhia possui.

Vale lembrar que o valor das ações da Vale começou a se recuperar. Desde o rompimento da barragem de Brumadinho, em janeiro de 2019, a Previ, na qualidade de acionista, tem acompanhado os desdobramentos do caso, certificando-se de que a Vale está dando todo o suporte possível para os atingidos, e adotando as providências para apurar os motivos do acidente.