Notícias e Publicações

Notícias

21/08/2017

Investimento da PREVI tem retorno relevante

FIP Caixa Barcelona supera a marca de 400% de rentabilidade acumulada.

O Fundo de Investimento em Participações (FIP) Caixa Barcelona, que faz parte da carteira de investimentos estruturados da PREVI, tem apresentado excelentes resultados em 2017. A PREVI tem 25% fundo, que investe em ações do IRB Brasil Resseguros S.A. (IRB Brasil RE).


No mês de julho, após conclusão da oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) do IRB Brasil RE, a rentabilidade acumulada chegou a 433,67%. O resultado considera a valorização do ativo, o recebimento de dividendos e a venda de papéis em bolsa.

O investimento inicial no FIP foi feito em 2013, e recebeu novo aporte dos cotistas em 2014. Na ocasião, o Caixa Barcelona detinha o equivalente a 9,85% das ações do IRB Brasil RE, totalizando R$ 290 milhões em valores investidos. Desse montante a PREVI investiu R$ 72,4 milhões. O preço médio de compra na época era de R$ 9,37 por ação.

Em janeiro de 2017, o investimento do FIP já estava avaliado em cerca de R$ 543 milhões, ou R$ 17,67 por ação. Uma valorização de 89%, antes mesmo do IPO. Falando em valores reais, o fundo já distribuiu a seus cotistas R$ 205,7 milhões em dividendos, o que representa um retorno de 71% do valor investido. Como cotista do Caixa Barcelona, a PREVI recebeu até agora R$ 51,4 milhões em dividendos.

Valorização após IPO

Em 28/7 foi realizado o IPO do IRB Brasil RE. Na operação, o FIP pôs à venda parte de suas ações e recebeu mais de R$ 183 milhões com os papéis avaliados a R$ 27,24 por ação, cabendo à Previ cerca de R$ 45,9 milhões. Após a oferta, os papéis do IRB Brasil RE subiram ainda mais, fechando o mês de julho cotados a R$ 29,29. Isso representa uma valorização de 212% em relação ao preço médio inicial da ação no início do investimento (R$ 9,37). Se considerarmos a distribuição de dividendos, a venda de papéis em bolsa e a rentabilidade, o Caixa Barcelona termina o mês de julho com valorização acumulada recorde de 433,67%.

O retorno obtido com o FIP Caixa Barcelona demonstra a importância do segmento de investimentos estruturados nos investimentos da PREVI e como a diversificação das aplicações contribui para melhorar a rentabilidade de seus planos. No gráfico, abaixo é possível verificar a dimensão do retorno:

Rentabilidade acumulada FIP Caixa Barcelona vs. Meta Atuarial e Ibovespa

Rentabilidade_acumulada_FIP_site.png
 

 

O que é um FIP?

Os Fundos de Investimento em Participações (FIP) são destinados à aplicação de recursos em títulos e valores mobiliários de companhias abertas ou fechadas, passando a participar do processo decisório da empresa, com efetiva influência em sua política estratégia. Ou seja, visam captar recursos para desenvolver empresas com potencial de crescimento, preparando a companhia para operações de abertura de capital, fusão ou aquisição, que permitam o desinvestimento com geração de valor tanto aos cotistas do FIP, quanto aos demais acionistas. É um dos segmentos de investimento autorizados pela legislação vigente para aplicação de recursos pelas Entidades Fechadas de Previdência Complementar.

O sucesso de um investimento desta natureza depende do efetivo ganho de valor pelas empresas investidas, bem como a assertividade na estratégia de prospecção e desinvestimento dos ativos, sendo a atuação do gestor essencial para o atingimento dos objetivos propostos, bem como o monitoramento intenso e contínuo do cotista em relação às ações do gestor.

As Políticas de Investimentos da PREVI para 2017 preveem alocação máxima de 1% em investimentos estruturados no Plano 1 e de 5% no PREVI Futuro. Atualmente, o Plano 1 possui 28 fundos de investimentos no segmento de investimentos estruturados, que representam 0,5% dos recursos garantidores do plano, em julho de 2017. Desses fundos, 9 estão em período de investimento. Por consequência, ainda não proporcionam rentabilidades positivas, comportamento esperado e natural nesse estágio de maturação.

Já o PREVI Futuro possui investimentos em 18 fundos, representando 1,0% dos recursos garantidores do plano, em julho de 2017. Destes fundos, 9 ainda estão em período de investimento. Os 28 fundos investidos pela PREVI possuem 17 gestores, além de investirem em empresas de diversos setores. Portanto, a postura adotada pela PREVI quanto à alocação de recursos no mercado de investimentos estruturados mostra-se conservadora, dados os montantes envolvidos, e cuidadosa, se considerarmos os aspectos de diversificação dos projetos, seleção dos gestores, com base em metodologia desenvolvida pelo corpo técnico e aprovada pela Diretoria da entidade.

Neste ano, até julho, a carteira de investimentos estruturados, onde são classificados os FIP, rendeu 17,65% no Plano 1 e 36,60%, no PREVI Futuro, superando o atuarial, que está acumulado em 4,20% no mesmo período.