• Notícias e Publicações
  • Sala de Imprensa
  • Fale Conosco
  • Ouvidoria

Notícias e Publicações

Notícias

16/05/2018

Preservação do salário

Manter o nível de contribuição para a Previ também aumenta o valor do benefício a ser recebido.

Nesta terceira matéria sobre temas que influenciam no valor do benefício do participante do Previ Futuro, vamos mostrar a importância de se estar atento e de fazer a Preservação do Salário de Participação (SP).

 

Lembramos que se você responder corretamente a todos os desafios que estão sendo divulgados sobre o conteúdo abordado, você concorre a brindes. Participe!

Valor do Benefício

 

Preservação: o que é e suas vantagens

A Preservação de Salário é um recurso que está disponível a todos os participantes que sofrem perda na sua remuneração. Ao solicitar a preservação, o associado passa a pagar uma contribuição calculada com base na média aritmética simples dos 12 últimos Salários de Participação, em vez de contribuir sobre o salário reduzido que passou a receber. Nesse caso, ele irá contribuir com a parte pessoal e patronal sobre a diferença entre o salário preservado e o Salário de Participação reduzido.

O participante do Previ Futuro tem ainda um motivo a mais para fazer a Preservação de Salário. Além de acumular mais dinheiro no saldo de conta para engordar o benefício de aposentadoria, ele ganha uma proteção extra, pois o benefício por invalidez ou morte do Plano é calculado com base na média dos 36 últimos Salários de Participação. Preservar o seu Salário de Participação é uma forma de garantir mais amparo a você e sua família em situação emergencial.

Outra vantagem é poder aumentar o desconto do Imposto de Renda na declaração completa, uma vez que a contribuição previdenciária aumenta.

Como e onde fazer a Preservação

Após a remuneração ser reduzida, o participante tem o prazo de 90 dias para fazer o pedido diretamente no Autoatendimento do site da Previ. O prazo começa a contar a partir do dia 20 do mês em que a perda é registrada na folha de pagamento. Por isso, é fundamental acessar sempre o Autoatendimento e verificar, para não perder o prazo e a oportunidade de manter o nível da contribuição. Caso tenha salário a preservar, basta seguir as instruções na tela.

Selecionar a opção Preservação Salário de Participação, e após pressionar o botão Continua, será disponibilizado um gráfico similar ao apresentado abaixo. Onde é informado o Salário de Participação Preservado e o valor a ser cobrado por essa preservação.

 

preservacao-gevar.png

 

Pontos a destacar

O que ocasiona redução no salário?
Normalmente, diminuições do salário de participação são provocadas por reclassificação de agência, perda de comissão, fim de adicional noturno, interrupção de substituição, redução de horas extras e entrada em licença sem remuneração. As reduções ocasionadas por esses motivos geram direito a preservação.

O que não gera direito a preservação?
Nem todas as perdas de remuneração dão direito a preservar o salário. Reduções registradas no mês seguinte ao recebimento de licença-prêmio, abono-assiduidade ou de folga, férias, entre outras conversões não podem servir para cálculo de preservação, já que sobre essas verbas não incide contribuição para o plano de benefícios.

O que acontece se o salário voltar a aumentar?
Caso o participante já tenha feito uma preservação, mas o salário aumente novamente, a contribuição incidirá automaticamente sobre o maior entre os dois Salários de Participação.

O Banco contribui com o valor preservado?
Não. O funcionário que solicita a preservação irá contribuir com a parte pessoal e patronal sobre a diferença entre o salário preservado e o Salário de Participação daquele mês.

Como é atualizado o SP Preservado?
A atualização será feita anualmente pelo mesmo índice de reajuste aplicado nas tabelas de vencimentos básicos do cargo efetivo dos funcionários do Banco do Brasil.

O que acontece se ocorrer nova perda?
Caso ocorra nova perda, o participante deve contratar nova preservação, por isso é fundamental acessar sempre o Autoatendimento e verificar se existe perda a preservar.

Como fica a situação dos participantes em licença?
Os participantes em licença sem remuneração podem solicitar a preservação até 90 dias após o início da licença ou em até 90 dias contados a partir da data de retorno às atividades no Banco.


Responda a pergunta abaixo e concorra a brindes

Para concorrer aos brindes, é preciso responder corretamente a todos os desafios divulgados semanalmente em cada matéria. A pergunta dessa semana é sobre a preservação do salário de participação. Clique abaixo, informe a matrícula e a senha do Autoatendimento e participe.

enquete-03.png