Notícias e Publicações

Notícias

29/11/2018

Resultado do Plano 1 até outubro é de R$ 14,485 bilhões

Rentabilidade acumulada em 2018 comprova resiliência dos ativos da Previ.

 

Mais uma vez os números confirmam a governança fortalecida da Previ. O resultado positivo do Plano 1 em 2018 é de R$ 14,48 bilhões. O superávit acumulado, somado ao resultado final do exercício de 2017, é R$ 10,190 bilhões. A rentabilidade de janeiro até outubro do Plano 1 foi de 17,96% e a do Previ Futuro foi de 11,84%. Ambas estão acima da meta atuarial, que é de 7,84%.
 
O cenário político-econômico desafiador dos últimos meses gerou oscilações no mercado financeiro e repercutiu nos planos de benefícios. Mas com ativos sólidos, fortes e resilientes, os investimentos da Previ em boas companhias voltam a rentabilizar ao menor sinal de recuperação da economia, como os números já comprovaram diversas vezes. O histórico de rentabilidade do Plano 1 de 2005 até 2017 é de 305%, acima da meta atuarial no mesmo período, que foi de 262%, e mais do que o dobro do Ibovespa, que foi de 128%.
 
“Em mais de um século de história, a Previ nunca deixou de pagar benefícios ou precisou cobrar contribuições extraordinárias dos seus participantes. Nossa governança nos protege. Sabemos que pilares sólidos são essenciais para a construção de uma estrutura perene. Temos normas, processos e controles internos robustos, que ultrapassam os requisitos e exigências da legislação. Trabalhamos sempre com foco em cumprir a nossa missão, de garantir o pagamento de benefícios a todos nós, associados, de forma eficiente, segura e sustentável”, explica José Maurício Pereira Coelho, presidente da Entidade.
 
A Previ sempre utilizou critérios rigorosos em seus investimentos, baseados em uma governança fortalecida e transparente. A aplicação diligente de documentos balizadores da gestão, como as Políticas de Investimentos e o Planejamento Estratégico, pavimentam o caminho e possibilitam que problemas conjunturais sejam enfrentados com lucidez e resiliência.

Transparência 

Mesmo nos momentos difíceis, a Previ continuou a divulgar os resultados dos dois planos de benefícios mensalmente, em uma prova do compromisso da Entidade com a transparência e a prestação de contas a seus mais de 200 mil participantes. O Boletim de Desempenho traz informações fundamentais como a rentabilidade dos investimentos por segmento e as relações completas dos ativos das carteiras da Previ. Clique nas imagens abaixo para fazer o download do Boletim do Plano 1 e do Previ Futuro:
 

 
Revisão da Tábua de Mortalidade

Ao final do exercício de 2018 será realizada a troca da Tábua de Mortalidade dos planos de benefícios. A revisão do instrumento já foi aprovada pelo Conselho Deliberativo da Previ.  

Para um fundo de pensão, é fundamental acompanhar a evolução da expectativa de vida dos associados. Com base nos estudos sobre a longevidade dos participantes o atuário determina qual a Tábua de Mortalidade é mais adequada àquela população e, em posse desses dados e de outras informações, define o montante de recursos necessários para pagar aposentadorias e pensões no futuro.

A revisão da Tábua de Mortalidade acarreta um aumento do compromisso financeiro dos planos, porque é consequência de uma longevidade cada vez maior dos participantes, e proporciona mais segurança para todos os associados.