PREVI

PREVI Futuro

Permanência no plano

Para quem se desligou do Banco do Brasil e deseja continuar no Plano.

O participante que se desliga do patrocinador e ainda não possui as condições para o recebimento de benefício poderá optar pela permanência no Plano e continuar contando com a segurança da PREVI.

Para esse participante, a PREVI encaminha extrato contendo informações acerca dos institutos disponíveis, observados os requisitos previstos no Regulamento do Plano, e a simulação dos valores para cada uma das opções.

A Central de Atendimento pode prestar quaisquer esclarecimentos para auxiliar na decisão do participante. O contato pode ser efetuado pelo Fale Conosco ou pelo 0800 729 0505, de 2ª a 6ª, das 8 às 18h.

Conheça as opções:

1. Autopatrocínio 

2. Benefício Proporcional Diferido (BPD)

3. Portabilidade (de saída) 

4. Resgate 


Além dessas opções, devem ser analisados os impactos que o Regime de Tributação – Progressivo ou Regressivo – definido por ocasião da filiação ao Plano pode acarretar em sua opção, especialmente em caso de resgate.   

Fique atento, pois o prazo de opção é de 90 dias, contados da data de saída. Não havendo manifestação e não sendo o participante elegível a um dos benefícios, será presumida sua opção pelo Benefício Proporcional Diferido, observados os requisitos necessários para recebimento de uma Renda Mensal Vitalícia, como a carência de 60 contribuições.

Veja os requisitos:

Para optar: preencha o Termo de Opção e envie à PREVI a via original, com assinatura abonada em dependência do Banco do Brasil S.A. ou firma reconhecida em Cartório, juntamente com o TRCT – Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho, devidamente assinado e homologado pelo Sindicato.

Opções de Instituto
Rescisão do vínculo empregatício Requisitos
I - Autopatrocínio Carência de 180 contribuições e Aposentadoria pela Previdência Oficial ou ter 50 anos de idade para receber renda.
II - Benefício Proporcional Diferido (BPD) Carência de 60 contribuições no momento da opção e Aposentadoria pela Previdência Oficial para iniciar recebimento da renda mensal vitalícia.
III – Portabilidade Ter 3 anos de vínculo ao Plano de Benefícios
IV - Resgate Não há requisito

 

1. Autopatrocínio

É o direito de permanecer no Plano mediante a manutenção do pagamento das contribuições referentes às partes pessoal e patronal para que, ao atingir cumulativamente a carência de 180 contribuições e 50 anos de idade ou quando obtiver o benefício de aposentadoria da Previdência Oficial, tenha direito à Renda Mensal de Aposentadoria.

Há duas possibilidades para definir o valor total das contribuições:

a) percentual correspondente ao último cargo efetivo
b) média dos 12 (doze) últimos salários de participação

O participante poderá alterar a sua opção a qualquer tempo, desde que não esteja em gozo de benefício ou renda da PREVI, observados os requisitos exigidos.

Para optar: preencha o Termo de Opção e envie à PREVI  a via original, com assinatura abonada em dependência do Banco do Brasil S.A. ou firma reconhecida em Cartório, juntamente com o TRCT – Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho, devidamente assinado e homologado pelo sindicato.

2. Benefício Proporcional Diferido (BPD)

É o direito de permanecer no plano mediante a suspensão do pagamento das contribuições para o recebimento de uma Renda Mensal Vitalícia quando da ocorrência da aposentadoria pela Previdência Oficial, inclusive por invalidez ou morte no período de diferimento.

O valor da Renda Mensal Vitalícia será apurado a partir valor do Saldo de Conta do Participante e, caso a Renda Mensal Vitalícia seja inferior a 10% da Parcela PREVI, na data de seu início, o Saldo de Conta será recebido em  parcela única.

Requisito: carência de 60 (sessenta) contribuições para o Plano. Caso o participante não conte com 60 contribuições para o Plano, poderá optar por Autopatrocínio, Portabilidade ou Resgate, observados os requisitos definidos no Regulamento.

Para optar: preencha o Termo de Opção e envie à PREVI a via original, com assinatura abonada em dependência do Banco do Brasil S.A. ou firma reconhecida em Cartório, juntamente com o TRCT – Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho, devidamente assinado e homologado pelo sindicato.

3. Portabilidade

É a transferência de recursos financeiros correspondentes ao direito acumulado no PREVI Futuro para outro plano de benefícios de caráter previdenciário, operado por entidade de previdência complementar ou sociedade seguradora. Essa opção é irrevogável e irretratável.

Importante:

a) não é permitida a transferência de recursos para planos de seguro de pessoas com cobertura por sobrevivência, como por exemplo, Planos VGBL, VRGP, VRSA, VAGP, VRI

b) os recursos do Plano PREVI Futuro, quando portados para outra entidade de previdência complementar ou sociedade seguradora, não poderão ser resgatados, tendo em vista serem administrados por uma entidade fechada de previdência complementar

c) caso o participante tenha débitos com o Plano, esses serão amortizados do valor disponível para fins de portabilidade, bem como o Imposto de Renda correspondente

Requisitos: rompimento do vínculo empregatício e carência de 03 (três) anos como participante

Para optar: preencha o Termo de Opção e envie à PREVI a via original, com assinatura abonada em dependência do Banco do Brasil S.A. ou firma reconhecida em Cartório, juntamente com o TRCT – Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho, devidamente assinado e homologado pelo sindicato.

4. Resgate

É o cancelamento do Plano de Benefícios, com a devolução das contribuições pessoais, deduzidos o Imposto de Renda e a taxa de carregamento, quando comprovado o rompimento do vínculo empregatício com os patrocinadores.

Importante:

a) caso o participante tenha débitos junto ao Plano, esses serão amortizados/liquidados com o saldo formado pelas contribuições patronais, até o limite de 80% deste saldo. Havendo valor remanescente, na amortização serão utilizadas as contribuições pessoais

b) o resgate dos saldos só é possível no caso de desligamento do Banco. O mero cancelamento da inscrição, a pedido, somente interrompe as contribuições para a PREVI.

Para optar: preencha o Termo de Opção e envie à PREVI a via original, com assinatura abonada em dependência do Banco do Brasil ou firma reconhecida em Cartório, juntamente com o TRCT – Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho, devidamente assinado e homologado pelo Sindicato.