LogoLogo
  • INICIO
  • FALE CONOSCO
  • HISTÓRICO DA REVISTA
MDN
Seguridade

PARA TODA A FAMÍLIA

Previ Família é o novo plano destinado aos associados e seus familiares, proporcionando uma nova alternativa de previdência privada

leia o artigo completo

A jovem advogada Bárbara Magro gostou da novidade quando, em maio, descobriu que poderia se associar à Previ. Rafael Nordio, seu esposo e funcionário do Banco do Brasil em Videira, Rio Grande do Sul, associado do Previ Futuro, foi quem contou a novidade. Bárbara não perdeu tempo e se inscreveu no Previ Família, novo plano de benefícios da Previ destinado aos associados e seus familiares, que oferece uma nova alternativa de previdência privada. “Achei muito bom poder me filiar à Previ. Eu já conhecia a entidade, porque o Rafael é associado e sempre falava muito bem", conta.
 

Rafael, por sua vez, ao descobrir o Previ Família, também se filiou. “Fiz a portabilidade e trouxe os recursos de outro plano”, diz. Para ele, o Previ Família é uma segunda reserva previdenciária. Para Bárbara, aos 25 anos, é a primeira experiência com a previdência complementar. “Quero formar uma reserva para melhorar minha renda na aposentadoria”, diz.

Desejo antigo

Ao criar o Previ Família, a Previ atende ao desejo de seus participantes de proporcionar a seus familiares a solidez e a tradição da entidade de previdência complementar. Lançado em março, o plano já conta com cerca de 700 associados e um patrimônio de aproximadamente R$ 8,76 milhões.

Podem participar do Previ Família o próprio associado e seus parentes consanguíneos até o 3º grau ou por afinidade até o 2º grau. Com isso, as portas do Previ Família estão abertas para cônjuges, bisavós, avós, pais, filhos, netos, irmãos, tios, sobrinhos, sogros, cunhados e enteados. Assista ao vídeo de lançamento.

O novo plano nasce com uma experiência acumulada de 116 anos em previdência, direcionada para atender às necessidades de cada novo associado. Queremos interagir com o participante desde o início para entendermos as ambições de cada um e investirmos os recursos da forma mais eficiente. Assim, quando começarem a receber seus benefícios, eles poderão ter acesso à maior rentabilidade que pudermos proporcionar”, afirma o presidente da Previ, José Maurício Pereira Coelho.

Flexível e acessível

Na prática, trata-se de um plano flexível e bastante acessível. Para se inscrever, o familiar só precisa ter o número de matrícula e o CPF do associado Previ com quem tem parentesco. A contribuição mensal mínima ao Previ Família é de apenas R$ 100, mas é possível fazer aportes extras de qualquer valor, a qualquer momento.

Regime de tributação e perfis de investimento

No momento da inscrição, é importante ficar atento a alguns detalhes, como o regime de tributação e o perfil de investimento. Essas escolhas devem levar em conta, entre outros fatores, as características pessoais do participante, como idade e planos pessoais.
 

O regime de tributação pode ser progressivo ou regressivo. A diferença é a alíquota para tributação do imposto de renda. No modelo progressivo, são utilizadas as mesmas alíquotas do IRPF e, dependendo do valor do benefício, o participante pode ficar isento de tributação na fonte. Já no modelo regressivo, a tributação começa em 35% vai regredindo até atingir o percentual mínimo de 10%.

A opção por um deles deve ocorrer até o último dia útil do mês seguinte à adesão ao Previ Família e é irrevogável e irretratável. Quem não se manifestar é vinculado automaticamente ao regime progressivo.

Também é necessário escolher um perfil de investimento adequado a seus objetivos e a seu apetite de risco. Antes de fechar a inscrição, preencha o questionário de Análise do Perfil de Investidor (API) disponível no formulário de contratação do Previ Família. Essa ferramenta vai auxiliar a conhecer sua tolerância ao risco e a expectativa de retorno dos investimentos.

O Previ Família conta com três perfis de investimento. O Prudente é mais conservador, no qual seus recursos não são investidos em renda variável e você corre menos riscos. Já o Balanceado é para quem está disposto a arriscar um pouco mais, pois até 30% podem ser investidos em ações e outros ativos de renda variável. O terceiro perfil é o Ousado, para aqueles dispostos a correr mais riscos em busca de maior retorno, no qual a renda variável pode receber até 60% dos recursos investidos. Para saber mais detalhes, você pode baixar o App Previ, acessar previfamilia.com.br ou ainda assistir aos vídeos sobre o plano no canal da Previ no YouTube.

As taxas do plano também são bastante competitivas: as contribuições são isentas de taxa de carregamento. Somente é devida a taxa de administração, que é decrescente e vai de 0,98% até 0,50% à medida que o saldo de conta do participante aumenta.

“Taxa é um componente importante e as nossas são bastante competitivas, mas experiência e solidez também são. Se você está pensando no projeto da sua vida para daqui a 50 anos, você tem de dividir esse projeto com alguém em que você tenha muita confiança, que tenha um histórico. Acho que os 116 anos e a experiência da Previ ajudam muito e trazem bastante segurança para os nossos participantes”, explica José Maurício.

Associado número 1

Marcel Barros, ex-diretor de Seguridade da Previ, com o mandato recém-encerrado, foi uma das pessoas que trabalhou intensamente para tirar o Previ Família do papel e tem a sensação de dever cumprido. “Agora, nossos associados podem levar para suas famílias a credibilidade e a segurança que sentem na Previ”, diz.

E levar a proteção da Previ para sua própria família foi o que Marcel fez, assim que o novo plano foi lançado. “O primeiro associado inscrito no Previ Família foi o meu primeiro neto, José Vinícius”, conta. “Agora, quando crescer, ele terá um recurso previdenciário para fazer o que quiser: estudar no exterior, fazer uma viagem, tirar um ano sabático”, explica.

E isso é possível porque o montante acumulado pode ser utilizado para a aposentadoria, mas também pagar a faculdade de um filho ou neto ou até a viagem tão sonhada.

Se a opção for pela aposentadoria, a renda mensal pode ser recebida a partir dos 50 anos, desde que contribua há pelo menos 15 anos. E a forma de recebimento o participante escolhe: apenas benefícios mensais (com possibilidade de ter um 13º), resgatar uma parte e receber o restante mensalmente, entre outras opções.

Já o benefício temporário pode ser pago a quem tenha mais de 18 anos. Uma parte do patrimônio é paga em parcelas mensais e o restante permanece rendendo para ser usado no futuro.

E também tem o resgate, que pode ser total ou parcial, após cumprida a carência de 36 meses. No resgate parcial, é permitido retirar 20% do saldo de conta a cada dois anos, sem a necessidade de desligamento do plano.

Fazer parte do Previ Família também proporciona outras vantagens: as contribuições ao plano podem ser deduzidas do imposto de renda; você poderá trazer seus recursos de outros planos de previdência; e também é possível planejar sua sucessão, já que você pode indicar qualquer pessoa como beneficiário.

Quer saber mais? Faça uma simulação no app Previ ou no hotsite e conte com mais essa segurança para planejar o seu futuro e o de sua família. Qualquer que seja a sua escolha e o seu projeto de vida, o Previ Família está pronto para te ajudar.

Simulação do Previ Família
De pai pra filho
Veja como aderir ao Previ Família

De avô para neto

"O primeiro associado inscrito no Previ Família foi o meu primeiro neto, José Vinícius. Agora, quando crescer, ele terá um recurso previdenciário para fazer o que quiser: estudar no exterior, fazer uma viagem, tirar um ano sabático", Marcel Barros

Comentários

(0)

Enviar Comentário

Nome:

E-mail:

Comentários:

Restam 450 caracteres
Os comentários são moderados e liberados posteriormente pela Previ

Temas

Gestão

7 artigos

Seguridade

5 artigos

Relacionamento

2 artigos

Seu Bolso

4 artigos

Bem-estar

2 artigos