enviar
Sua opinião

Dê sua opinião sobre a Revista. Ela poderá ser divulgada aqui e ainda se transformar em reportagem.

Indique seu livro

A Revista divulga livros de autoria dos participantes. Envie algumas informações pra gente.

Edição 196 Janeiro/2018

administração

Novos Valores para uma nova Missão

Planejamento Estratégico 2018 traz pequenas - e importantes - mudanças nos direcionadores que sustentam a PREVI

Modificações sutis muitas vezes traduzem mensagens poderosas. O processo de Planejamento Estratégico 2018-2022 da PREVI, elaborado em 2017, traz algumas pequenas mudanças na Missão e nos Valores da Entidade. Essas mudanças, no entanto, são fundamentais para apontar a direção que devemos buscar em nossas ações e os princípios que orientam essa jornada.

Ao longo do processo de Planejamento Estratégico, houve uma pequena alteração no rol de valores corporativos da PREVI. A lista agora contempla: Foco do Associado, Ética, Transparência, Comprometimento, Excelência, Inovação e Eficiência.

O valor ‘Respeito’ foi incorporado à ‘Ética’, uma vez que não existe ética se não houver respeito. Além disso, a ‘Inovação’ e a ‘Eficiência’ foram incluídas como valores que devem nortear a atuação da PREVI nos próximos anos.

O ponto foi levantado a partir das discussões nas oficinas de Planejamento Estratégico realizadas durante o ano. Com isso, a Entidade coloca a Inovação como ferramenta primordial na busca por mais eficiência e por melhorias na comunicação e no atendimento aos associados. A versão 2.0 do App PREVI, lançada recentemente, é um exemplo disso.

Houve outra alteração na lista de valores. Sutil, porém importante. O ‘Foco no Associado’ muda para ‘Foco do Associado’. Isso significa que a comunicação e a prestação de serviços da PREVI continuam a ser direcionadas em função dos associados, mas não pelo que a Entidade avalia que seja a expectativa deles, e sim pelo que os diferentes segmentos de associados esperam da Entidade.

Essa mudança está em sintonia com a alteração na Missão, antecipada na edição 195 da Revista PREVI. A partir da aprovação do novo Plano Estratégico, a Missão passou a ser: “Garantir o pagamento de benefícios a todos nós, associados, de forma eficiente, segura e sustentável”.Ao incorporar a expressão “a todos nós” como parte da declaração, a PREVI destaca a unidade com seus associados.

Esse é um norteador fundamental para a atuação: construir, junto com os demais associados, o futuro de todos. Não se trata apenas de uma instituição e de seus participantes como entidades distintas, mas de uma coisa só. Uma organização fundada pelos próprios funcionários do Banco do Brasil, há 113 anos, e administrada por colaboradores que também são associados de seus planos de previdência, são os donos da empresa, plantando frutos que serão colhidos por todos no futuro.

Segmentação

Houve ajustes também em alguns objetivos estratégicos que direcionam as ações do Plano Tático previstas para 2018. Se antes um deles era o ‘Fortalecimento do relacionamento com os associados de acordo com cada perfil’, agora ele passa a ser de acordo com ‘cada segmento’. Isso é resultado da pesquisa de segmentação, realizada este ano, que aprofundou o conhecimento da PREVI sobre os vários segmentos de público dentro dos planos, cada um com uma necessidade: o funcionário da ativa em começo de carreira, o participante que está perto de se aposentar; os já aposentados de um plano ou de outro; os solteiros, casados, com ou sem filhos, netos etc. Esse ajuste foi realizado com base nas iniciativas tomadas a partir do ciclo de Planejamento Estratégico e Tático do ano anterior e ajuda a focar melhor os esforços de atendimento e comunicação que aproximam a PREVI dos participantes.

A ‘Gestão eficiente e eficaz’ continua como um dos objetivos estratégicos, mas algumas diretrizes foram ajustadas ou reforçadas. Como aquela que prevê a modernização da TI na PREVI, que permita ganhos de eficiência na gestão e no atendimento aos participantes. Outra das principais ações em desenvolvimento para avançar nesse objetivo é o projeto de otimização da sede da PREVI, no Rio de Janeiro, que será executado em 2018 e permitirá uma economia considerável de despesas para a Entidade.

Investimentos

Na área de Investimentos, os objetivos estratégicos buscam endereçar as características e peculiaridades de cada um dos planos. O grande norteador é o cumprimento da missão, que é o pagamento eficiente, sustentável e seguro dos benefícios. Esse norte se reflete nas diretrizes táticas e também nas Políticas de Investimentos, que, a partir deste ano, foram elaboradas de forma integrada aos planos Estratégico, Tático e Orçamentário.

Para o Plano 1, isso se traduz em medidas de redução de risco e aumento de liquidez, voltadas para um plano que possui compromissos de longuíssimo prazo, com horizonte até 2090, mas com ênfase no desembolso nas próximas décadas. Na revisão estratégica ficou claro que a gestão abrange ativos e passivos, e que a finalidade do objetivo é o equilíbrio do Plano 1. No PREVI Futuro, esse objetivo impulsiona uma Política voltada para maximizar a rentabilidade do saldo do pessoal da ativa e iniciar a tomada de medidas que deem equilíbrio à chamada parte BD (Benefício Definido), que cobre o benefício dos participantes aposentados (ver reportagem “Políticas de Investimentos 2018-2024”).

O Plano Estratégico para 2018 inclui ainda no seu radar a melhoria contínua da governança corporativa da PREVI. O reconhecimento da boa qualidade dos controles da Entidade pelo mercado e pelas autoridades reguladoras não é motivo para relaxar. É preciso aprimorar, de forma permanente, esses mecanismos para que a PREVI continue a ser um exemplo de Integridade e boa governança, o que resguarda o patrimônio previdenciário de todos nós.

Processo contínuo

O novo modelo de Planejamento Estratégico da PREVI, implementado em 2016, trouxe uma série de benefícios fundamentais para uma Entidade que necessita atingir objetivos no horizonte de longo prazo. Este ano, o processo já se beneficiou da geração de insumos colhida nos Fóruns de Planejamento durante o ano, que avaliaram o efeito e a execução das ações prescritas no ciclo do ano anterior.

Esses Fóruns contaram com a participação da diretoria e dos gerentes executivos da Entidade, que ficam encarregados de replicar em suas equipes as discussões sobre a estratégia da PREVI. O efetivo desdobramento dos objetivos em ações táticas, que envolvem todas as áreas da entidade, permite que os colaboradores, em todos os níveis, tenham mais consciência do seu papel dentro dos objetivos estratégicos da PREVI, aumentando o engajamento na sua execução. Além disso, a integração dos planos Estratégico, Tático e Orçamentário com a elaboração das Políticas de Investimentos dá muito mais coerência às ações em todos os níveis.

Mais Vistos

INDEX

Fale com a Redação