Sala do Participante

Marcos Antonio Codonho

12/08/2020

Marcos Antonio Codonho

Fale resumidamente sobre você: onde nasceu, onde vive, sua carreira no Banco do Brasil, se é aposentado ou ainda trabalha e outros fatos que deseja destacar.

Eu nasci em Vera Cruz (SP), onde vivo até hoje. Tomei posse no Banco do Brasil em 1999, em uma agência de Marília (SP), e trabalho atualmente no Escritório Exclusivo Marília, onde exerço a função de gerente de serviços.

Como surgiu a literatura em sua vida?

Na adolescência, em meados de 1987, época em que lia muito, principalmente literatura brasileira.

Em que você se inspira? Você se espelha em outros autores?

Em autores como: Machado de Assis, José de Alencar, Eça de Queiroz, Carlos Drummond de Andrade, Vinícius de Moraes. Também me inspiraram muito as letras das músicas da época, principalmente, do rock nacional e MPB. Sempre me espelhei em Renato Russo, que era vocalista da Banda Legião Urbana, pois me identifico muito com as letras de suas músicas, um poeta e pensador nato.

Ao escrever, quais assuntos e temas mais despertam seu interesse? Por quê?

Amor, paixões, introspecções e angústias.

Que obras já lançou e sobre que temas se referem?

Não lancei nenhuma obra ainda.

Está trabalhando em alguma nova obra? Tem alguma previsão de lançamento?

Sim. Tive um poema selecionado no concurso de poesias da Editora Vivara, que será publicado na próxima antologia poética.

Qual a importância do trabalho criativo em sua vida? O que você busca com suas obras?

Gosto de brincar com as palavras e as sensações que elas provocam nas pessoas, coisas do coração. É um momento só meu.

Recomenda a outros colegas que se dediquem a esse tipo de atividade? Por quê?

Com certeza! Faz bem para o coração e para a alma.

Como ter acesso a suas obras?

Podem acessar alguns poemas que publiquei no site Recanto das Letras, com o nome de autor Marcos Codonho. Também, podem entrar em contato pelo email bbzmi005@terra.com.br ou WhatsApp 14-996917879.