Soluções para Você

Conheça o produto

A Carim é a Carteira de Financiamentos Imobiliários da Previ. Lançada em 1936, fechada em 1995 e reaberta em 2007, já beneficiou milhares de participantes.

Na Carim só são aceitos financiamentos de imóveis residenciais, novos ou usados, de alvenaria e em boas condições de conservação. Os imóveis precisam estar situados em regiões urbanas, com obras concluídas e devidamente averbados no Registro de Imóveis. Também é necessário que a situação documental esteja regular, sem gravames ou ônus reais. 

Saiba mais sobre o financiamento que a Previ oferece a você.

Para a contratação do financiamento, em ambos os planos devem ser observadas as condições:

1. Prestação Inicial (comprometimento de renda)

Até 20% da renda bruta / benefício bruto ou a margem concessão de financiamento imobiliário do participante – o que for menor.

A margem para contratação do financiamento imobiliário tem o valor equivalente a 30% da remuneração disponível, que corresponde à diferença entre a renda bruta e as consignações obrigatórias, subtraídas as consignações já existentes de Empréstimo Simples e de Financiamento Imobiliário.

2. Prazo do financiamento

De no mínimo 36 meses e no máximo de 420 meses. Limitação: idade do participante + prazo: não pode ultrapassar 85 anos.

3. Atualização do Saldo devedor

Mensal.

4. Recálculo das prestações

O valor das prestações será recalculado mensalmente no início de cada mês, considerando o saldo devedor e o prazo restante.

Primeiro corrige-se o saldo devedor pelo índice atuarial (INPC) defasado em 2 meses. De posse desse valor, apura-se:

  • O valor da amortização – dividindo o saldo devedor (corrigido) pelo prazo restante do financiamento em meses.
  • O valor dos juros – multiplicando o saldo devedor corrigido pela taxa mensal equivalente à taxa de juros atuariais definida pelo Plano de Benefícios.
  • O valor do fundo de liquidez – multiplicando o saldo devedor corrigido pela taxa mensal equivalente à taxa do fundo de liquidez.
  • O valor do fundo de quitação por morte – multiplicando o saldo devedor corrigido pela taxa mensal equivalente à taxa do fundo de quitação por morte.
  • O valor da correção monetária – incorporando a correção calculada na atualização do saldo do contrato progressivamente na prestação na forma indicada a seguir:

A primeira prestação incorpora 1% da correção calculada para o contrato, a segunda prestação incorpora 2% da correção calculada para o contrato e assim sucessivamente até incorporar 100% da correção calculada na centésima prestação.

Somando-se os valores da amortização, juros, fundo de liquidez, fundo de quitação por morte  e correção monetária, encontramos, então, o valor da prestação.
 

(1) Conforme definido no artigo 14 parágrafo 2º, do Regulamento da Carim.

5. Limitação Mensal das Prestações

30% de seus proventos brutos (ativos) ou benefícios brutos (aposentados e pensionistas).

6. Garantia

Alienação fiduciária do imóvel.

7. Índice de Atualização do Saldo Devedor

INPC (índice atuarial) com defasagem de 02 meses

8. Taxa de Juros

Taxa mensal equivalente a: 5,00% a.a.

9. Fundo de Liquidez

Taxa mensal equivalente a: Plano 1 – 0,24% a.a. Previ Futuro – 0,10% a.a.

10. Fundo de Quitação por Morte

Taxa mensal equivalente a: Plano 1 – até 59 anos - 0,25% a.a. A partir de 60 anos – 1,80% a.a.

Previ Futuro – até 59 anos – 0,10% a.a. A partir de 60 anos – 1,80% a.a.

12. Taxa de Administração

R$ 19,00 por mês – revista periodicamente

13. Seguro do Imóvel

Contratação automática pela Previ – valor do prêmio cobrado anualmente junto com uma das prestações durante todo o prazo de financiamento.

ATENÇÃO: Sugerimos avaliar o impacto das prestações do financiamento imobiliário em seu orçamento, considerando que é uma operação de longo prazo.