Empréstimos e Financiamentos

Empréstimos Simples

Conheça a previ

Crédito pessoal com limite de crédito e prazo estabelecido pela Diretoria Executiva da Previ.

Previ Futuro

Quem pode solicitar

 

O empréstimo está disponível para participantes e assistidos que estejam em dia com as contribuições e obrigações para com a Previ.

É admitida a existência de mais de 1 (uma) operação de Empréstimo Simples Rotativo por participante ou por assistido, respeitando o Teto de Concessão estabelecido pela Diretoria Executiva da Previ (vide Limites e Prazos).

Com a possibilidade de contratação e manutenção de mais de um ES Rotativo, foram criadas as nomenclaturas “ES A”, “ES B”, “ES C” e “ES D”, que possuem as mesmas características, visando facilitar a administração dos empréstimos contratados pelos participantes.

A concessão está condicionada ao cumprimento das exigências previstas no normativo.

O requerente deverá ter:

 

  • capacidade de pagamento definida pela margem concessão de empréstimo;
  • garantia suficiente, constituída pela reserva líquida individual, com a qual poderá ser liquidado o saldo devedor do Empréstimo Simples em caso de desligamento do Plano de Benefícios;
  • limite máximo individual de endividamento;
  • autorização para débito em folha de pagamento;
  • autorização para débito e crédito em conta corrente do Banco do Brasil. O mutuário deverá ser o 1º titular da conta;
  • comprovação de capacidade civil.

A margem concessão de empréstimo demonstra a capacidade de pagamento dos participantes e pensionistas e seu valor é de 30% da remuneração disponível, que corresponde à diferença entre a renda bruta e as consignações obrigatórias, subtraídas as consignações já existentes de Empréstimo Simples e de Financiamento Imobiliário. No caso dos funcionários da ativa, são deduzidos, inclusive, 30% do valor das parcelas de PAS e/ou adiantamentos do Banco do Brasil que ainda não transitaram na folha de pagamento.

No caso de participantes autopatrocinados ou em licença-interesse, a margem consignável passou a ser calculada sobre 30% (trinta por cento) do salário de participação com dedução da contribuição à Previ, não havendo mais a necessidade de envio de contracheques para o cálculo.

A Reserva Líquida Individual é o montante atualizado de contribuições pessoais vertidas à Previ, abatido o Imposto de Renda, que o participante teria direito a resgatar em caso de desligamento do Plano de Benefícios.

 

Representante legal

 

A solicitação de empréstimo deverá ser feita pelo próprio participante ou por seu representante legal, observado:

  • em caso de pedido por procuração, esta deverá ser outorgada por instrumento público ou instrumento particular com firma reconhecida em Cartório, constando: designação do Estado, da cidade e da circunscrição em que foi passado; Data; Qualificação do outorgante e do outorgado; Objeto da outorga; Natureza, designação e extensão dos poderes conferidos; Reconhecimento de firma por autenticidade em cartório, por ser condição essencial à sua validade em relação a terceiros
  • a procuração, com poderes expressos para contrair Empréstimo Simples na Previ - Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil, deverá ter sido emitida há, no máximo, 6 meses
  • não será aceita Certidão de Procuração (procuração "refrescada")
  • a cópia da procuração deverá ser autenticada em cartório. NÃO será aceito carimbo "Confere com o original" do Banco do Brasil
  • em caso de pedido realizado por Curador ou Tutor, deverá ser apresentada Certidão de Inteiro Teor (Tutela ou Curatela) ou Alvará Judicial original emitidos há, no máximo, 30 dias da data de solicitação do empréstimo, contendo autorização expressa para contratá-lo em nome do tutelado ou curatelado. Caso o participante tenha readquirido a capacidade civil, deverá enviar documentação comprobatória, por ele assinado.

 

Quem mais pode solicitar

  • Autopatrocinados, funcionários em licença-interesse, tutelados e curatelados

Nos casos que o solicitante não tenha acesso ao Autoatendimento, deverá enviar à Previ o formulário próprio de solicitação do empréstimo juntamente com o Contrato, com firma reconhecida ou abonada.

 

Outros documentos necessários

 

Contribuintes autopatrocinados e funcionários em licença-interesse: Será utilizado como base para contratação do empréstimo simples o Salário Participação do participante.

Participantes e assistidos que não gozem de capacidade civil: Certidão de Tutela ou Curatela.

 

Impedimentos

São impedimentos para contratação/renegociação do Empréstimo Simples:

  • estejam inadimplentes com a PREVI, por qualquer motivo;
  • ocultaram um fato e/ou fizeram declaração não verdadeira;
  • estejam em litígio e/ou tenham se beneficiado com redução de valores em razão de decisão judicial relativa a Empréstimo Simples e/ou financiamento imobiliário junto à Previ;
  • tenham se beneficiado de desconto negocial em operações de empréstimo e/ou financiamento imobiliário;
  • tenham se valido do Fundo de Liquidez para quitar operação de empréstimo.

 

Observações

1 - A Previ poderá não conceder / renovar o Empréstimo Simples baseada em avaliação cadastral junto aos órgãos de restrição de crédito (SERASA, SPC etc.).

2 - O Empréstimo Simples está em conformidade com a legislação que regulamenta os investimentos das entidades fechadas de previdência complementar (Resolução Bacen 4.661 de 25.05.2018).

 

 

 

 

Limites e prazos

Data do crédito do ES Rotativo

 

A data do crédito do empréstimo será de 02 dias úteis. Este prazo é válido para contratações feitas até às 15h, horário de Brasília (DF). Após as 15hs, o prazo será de 03 dias úteis. O prazo de dois dias úteis para crédito do empréstimo é necessário para o processamento/trânsito de arquivos entre a Previ e o Banco do Brasil.

Os créditos serão efetuados, obrigatoriamente, na conta corrente mantida no cadastro da Previ. O mutuário deve ser o 1º titular da conta.

Os participantes não deverão assumir quaisquer compromissos por conta do empréstimo solicitado antes do efetivo crédito em conta corrente. A concessão está sujeita à análise, até a data do crédito, de acordo com critérios previstos no normativo.

 

Limites do ES Rotativo

 

O limite máximo do Empréstimo Simples é de R$ 75 mil para participantes do Previ Futuro.

O valor máximo da prestação mensal a ser assumida pelo participante está condicionado à existência de margem concessão de empréstimo, conforme previsto em lei, calculada mensalmente pela Previ.  Para os funcionários da ativa, são deduzidas, inclusive, as parcelas de PAS, adiantamentos do Banco do Brasil que ainda não transitaram na folha de pagamento.

Funcionários da ativa - O limite individual não poderá ser superior à reserva líquida individual, com a qual poderá ser liquidado o saldo devedor do Empréstimo Simples em caso de desligamento do Plano de Benefícios.

Participantes autopatrocinados ou em licença-interesse - A Margem de concessão de empréstimo é calculada considerando a margem consignável de 30% (trinta por cento) calculada sobre o salário de participação deduzida a contribuição Previ.

Pensionistas - O teto para contratação do empréstimo simples é rateado proporcionalmente entre todos os pensionistas de uma mesma matrícula. No caso de grupos familiares, apenas o titular de cada grupo pode solicitar o empréstimo e fica limitado à sua parte no rateio e ao permitido pela margem concessão de empréstimo.

 

Prazos

(vigentes a partir de 13/07/2017)

Faixa de idade (em anos) Quantidade de Prestações
Inferior Superior  
0 76 120
77* 120
78* 108
79* 96
80* 84
81* 72
82* 60
83* 48
A partir de 84 36
* Entre 77 e 83 anos, o prazo decresce a cada mês. Por exemplo, um mutuário com idade de 77 anos e 1 mês terá prazo máximo do Empréstimo Simples de 119 meses. Passado mais um mês, o prazo irá diminuir para 118 meses e assim sucessivamente.

Valores e reajustes

 

Os participantes que possuem margem concessão de empréstimo e limite disponíveis podem visualizar os valores de prestação inicial e concessão no momento da simulação.


Recálculo da prestação

 

O recálculo da prestação acontece no mês de aniversário do contrato, considerando o saldo devedor e a projeção do INPC. A prestação recalculada pela nova metodologia passa a vigorar a partir do mês seguinte.

 

Encargos

 

Sobre as contratações serão aplicadas as seguintes taxas e impostos:

Taxa de juros:

A taxa nominal é de 4,62% a.a., após a atualização monetária dos saldos devedores. A cobrança é feita mensalmente.

Atualização monetária – INPC com defasagem de dois meses da ocorrência.

Fundo de Liquidez (FL) – No Previ Futuro, a taxa nominal é de 0,1% a.a. cobrada mensalmente sobre o saldo devedor. Este Fundo é destinado a cobrir riscos de crédito. No caso da modalidade ES 13º, a cobrança é realizada no ato da concessão.

Fundo de Quitação por Morte (FQM) – este Fundo é destinado à quitação da dívida vincenda em caso de falecimento do mutuário.

No Previ Futuro, a taxa nominal é de 0,1% a.a. para os participantes com idade até 49 anos, 0,3% a.a. para participantes com idade de 50 a 54 anos, 0,3% a.a. para participantes com idade de 55 a 59 anos,  0,7% a.a. para participantes com idade de 60 a 64 anos, 0,7% a.a. para participantes com idade de 65 a 69 anos, 1,7% a.a. para os participantes com idade de 70 a 74 anos, 1,7% a.a. para os participantes com idade de 75 a 79 anos, 3,5% a.a. para os participantes com idade de 80 a 84 anos, 3,5% a.a. para os participantes com idade de 85 a 89 anos e de 4,0% para os participantes a partir de 90 anos.

No caso da modalidade ES 13º, a cobrança é realizada no ato da concessão.

Obs.: Para as operações contratadas a partir do dia 30 de novembro de 2015, a taxa para composição do Fundo de Quitação por Morte será alterada no decorrer do contrato de acordo com a idade do mutuário. A nova taxa passará a incidir sobre o saldo devedor no mês seguinte ao aniversário do mutuário e será considerada para recálculo da prestação no aniversário do contrato.

Taxa de administração – Destinada a cobrir os custos operacionais e administrativos da carteira, na forma da Resolução Bacen 4.661 de 25.05.2018, e cobrada no ato da concessão ou renovação. No Previ Futuro, a taxa é de 0,2% sobre o valor total do empréstimo, no ato da concessão ou da renovação.

IOF – De acordo com o Decreto 8.392, de 20 de janeiro de 2015, as concessões e renovações de empréstimos estão sujeitas a incidência de IOF - Imposto Sobre Operações Financeiras:

  • Nas concessões – 2,993% acrescido de 0,38% de alíquota adicional sobre o valor solicitado.
  • Nas renovações – 2,993% acrescido de 0,38% de alíquota adicional sobre o valor a ser disponibilizado (valor solicitado menos o saldo devedor do ES anterior).

 

Obs.: Taxa Mínima Atuarial – Atualmente é o INPC mais juros atuariais de acordo com cada plano. Os encargos financeiros cobrados nas operações de Empréstimo Simples não poderão ser inferiores a taxa mínima atuarial do respectivo plano de benefícios, acrescido do valor correspondente ao custo administrativo e operacional da Carteira, conforme preceito legal vigente.

 

Liquidações e amortizações

As liquidações e amortizações antecipadas podem ser solicitadas em nosso autoatendimento e devem ser agendadas com antecedência mínima de dois dias úteis para cobrança por débito em conta. Para pagamento por boleto bancário, o vencimento pode ser agendado para o próprio dia.

Após a confirmação da amortização extraordinária é necessário aguardar 3 dias úteis para verificar o valor amortizado no extrato.

As amortizações extraordinárias efetuadas não diminuem o prazo de carência para renovação do empréstimo.

Para empréstimos concedidos a partir de 21/01/2015, ao realizar uma amortização extraordinária, o mutuário poderá optar entre redução do valor da prestação, que passará a vigorar a partir do mês subsequente à data da amortização, ou redução do prazo.

Para os contratos concedidos até 20/01/2015, as amortizações extraordinárias não diminuem o valor das prestações, reduzindo, no ato da amortização, apenas o saldo devedor.

Agendamentos de liquidação antecipada ou liquidação por renovação do ES em data anterior ao dia 20

  1. Se a liquidação ocorrer antes da confirmação do débito da prestação na folha de pagamento do BB ou da Previ, será cobrado o saldo devedor sem o abatimento do valor da prestação e, posteriormente, caso ele seja cobrado no contracheque, o valor será devolvido para a conta corrente do mutuário
  2. Se a liquidação ocorrer depois da confirmação do débito na folha de pagamento, será cobrado o saldo devedor já abatido o valor da prestação do mês, que será debitada no dia 20 e, portanto, não haverá devolução

 

Cancelamento

O cancelamento do empréstimo poderá ser efetuado no Autoatendimento do site da Previ, até as 15h de 2 (dois) dias úteis antes da data do crédito. Após este horário, não será mais permitido o cancelamento, sendo possível somente a liquidação do empréstimo, a partir da data do crédito por boleto ou débito em conta.

Na impossibilidade de efetuar o cancelamento pelo Autoatendimento do site da Previ por qualquer motivo dentro do horário permitido, até as 15h de 2 (dois) dias úteis antes da data do crédito, a solicitação deverá ser feita exclusivamente pelo telefone 0800 729 0505.

Plano 1

Quem pode solicitar

 

O empréstimo está disponível para participantes e assistidos que estejam em dia com as contribuições e obrigações para com a Previ.

 

É admitida a existência de mais de 1 (uma) operação de Empréstimo Simples Rotativo por participante ou por assistido, respeitando o Teto de Concessão estabelecido pela Diretoria Executiva da Previ (vide Limites e Prazos).  A concessão está condicionada ao cumprimento das exigências previstas nas condições de contratação.

Com a possibilidade de contratação e manutenção de mais de um ES Rotativo, foram criadas as nomenclaturas “ES A”, “ES B”, “ES C” e “ES D”, que possuem as mesmas características, visando facilitar a administração dos empréstimos contratados pelos participantes/assistidos.

Para os participantes que possuem financiamento imobiliário concedido pela Previ é admitida concomitantemente além das linhas de crédito acima, a contratação do ES Finimob.

O requerente deverá ter:

  • capacidade de pagamento definida pela margem concessão de empréstimo
  • garantia suficiente, constituída pela reserva líquida individual, com a qual poderá ser liquidado o saldo devedor do Empréstimo Simples em caso de desligamento do Plano de Benefícios
  • limite máximo individual de endividamento
  • autorização para débito em folha de pagamento
  • autorização para débito e crédito em conta corrente do Banco do Brasil. O mutuário deverá ser o 1º titular da conta
  • comprovação de capacidade civil

A margem concessão de empréstimo demonstra a capacidade de pagamento dos participantes e pensionistas e seu valor é de 30% da remuneração disponível, que corresponde à diferença entre a renda bruta e as consignações obrigatórias, subtraídas as consignações já existentes de Empréstimo Simples e de Financiamento Imobiliário. No caso dos funcionários da ativa, são deduzidos, inclusive, 30% do valor das parcelas de PAS e/ou adiantamentos do Banco do Brasil que ainda não transitaram na folha de pagamento.

No caso de participantes autopatrocinados ou em licença-interesse, a margem consignável passou a ser calculada sobre 30% (trinta por cento) do salário de participação com dedução da contribuição à Previ, não havendo mais a necessidade de envio de contracheques para o cálculo.

A Reserva Líquida Individual é o montante atualizado de contribuições pessoais vertidas à Previ, abatido o Imposto de Renda, que o participante teria direito a resgatar em caso de desligamento do Plano de Benefícios.

 

Representante legal

 

A solicitação de empréstimo deverá ser feita pelo próprio participante ou por seu representante legal, observado:

 

  • em caso de pedido por procuração, esta deverá ser outorgada por instrumento público ou instrumento particular com firma reconhecida em Cartório, constando: designação do Estado, da cidade ou da circunscrição em que foi passado; Data; Qualificação do outorgante e do outorgado; Objeto da outorga; Natureza, designação e extensão dos poderes conferidos; Reconhecimento de firma por autenticidade em cartório, por ser condição essencial à sua validade em relação a terceiros
  • a procuração, com poderes expressos para contrair Empréstimo Simples na Previ - Caixa de Previdência dos Funcionários do  Banco do Brasil, deverá ter sido emitida há, no máximo, 6 meses
  • não será aceita Certidão por Procuração (procuração "refrescada")
  • a cópia da procuração deverá ser autenticada em cartório. NÃO será aceito carimbo “Confere com o original” do Banco do Brasil
  • em caso de pedido realizado por Curador ou Tutor, deverá ser apresentada Certidão de Inteiro Teor (Tutela ou Curatela)  ou Alvará Judicial original emitidos há, no máximo, 30 dias da data de solicitação do empréstimo, contendo autorização expressa para contratá-lo em nome do tutelado ou curatelado. Caso o participante tenha readquirido a capacidade civil, deverá enviar documentação comprobatória, por ele assinado.

 

Quem mais pode solicitar

 

  • autopatrocinados, funcionários em licença-interesse, tutelados e curatelados

Nos casos que o solicitante não tenha acesso ao Autoatendimento, deverá enviar à Previ o formulário próprio de solicitação do empréstimo juntamente com o Contrato, com firma reconhecida ou abonada.

 

Outros documentos necessários

 

Contribuintes autopatrocinados e funcionários em licença-interesse: Será utilizado como base para contratação do empréstimo simples o Salário Participação do participante.

Participantes e assistidos que não gozem de capacidade civil: Certidão de Tutela ou Curatela.

 

Impedimentos

São impedimentos para contratação/renegociação do Empréstimo Simples:

  • estejam inadimplentes com a PREVI, por qualquer motivo;
  • ocultaram um fato e/ou fizeram declaração não verdadeira;
  • estejam em litígio e/ou tenham se beneficiado com redução de valores em razão de decisão judicial relativa a Empréstimo Simples e/ou financiamento imobiliário junto à Previ;
  • tenham se beneficiado de desconto negocial em operações de empréstimo e/ou financiamento imobiliário;
  • tenham se valido do Fundo de Liquidez para quitar operação de empréstimo.

 

Observações:

1 - A Previ poderá não conceder / renovar o Empréstimo Simples baseada em avaliação cadastral junto aos órgãos de restrição de crédito (Serasa, SPC etc.).

2 - O Empréstimo Simples está em conformidade com a legislação que regulamenta os investimentos das entidades fechadas de previdência complementar (Resolução Bacen 4.661 de 25.05.2018).

 

 

 

 

Limites e prazos

 

Data do crédito do ES Rotativo

(vigentes a partir de 21/01/2015)

A data do crédito do empréstimo será de 02 dias úteis. Este prazo é válido para contratações feitas até às 15h, horário de Brasília (DF). Após as 15hs, o prazo será de 03 dias úteis. O prazo de dois dias úteis para crédito do empréstimo é necessário para o processamento/trânsito de arquivos entre a Previ e o Banco do Brasil.

Os créditos serão efetuados, obrigatoriamente, na conta corrente mantida no cadastro da Previ. O mutuário deve ser o 1º titular da conta.

Os participantes não deverão assumir quaisquer compromissos por conta do empréstimo solicitado antes do efetivo crédito em conta corrente. A concessão está sujeita à análise, até a data do crédito, de acordo com critérios previstos no normativo.

 

Limites do ES Rotativo

 

O limite máximo do Empréstimo Simples é de R$ 175 mil para participantes do Plano 1.

O valor máximo da prestação mensal a ser assumida pelo participante está condicionado à existência de margem concessão de empréstimo, conforme previsto em lei, calculada mensalmente pela Previ.  Para os funcionários da ativa, são deduzidas, inclusive, as parcelas de PAS, adiantamentos do Banco do Brasil que ainda não transitaram na folha de pagamento.

Funcionários da ativa - O limite individual não poderá ser superior à reserva líquida individual, com a qual poderá ser liquidado o saldo devedor do Empréstimo Simples em caso de desligamento do Plano de Benefícios.

Participantes autopatrocinados ou em licença-interesse - A Margem de concessão de empréstimo é calculada considerando a margem consignável de 30% (trinta por cento) calculada sobre o salário de participação deduzida a contribuição Previ.

Pensionistas - O teto para contratação do empréstimo simples é rateado proporcionalmente entre todos os pensionistas de uma mesma matrícula. No caso de grupos familiares, apenas o titular de cada grupo pode solicitar o empréstimo e fica limitado à sua parte no rateio e ao permitido pela margem concessão de empréstimo.

 

Prazos

 

(vigentes a partir de 21/01/2015)

 

Faixa de idade (em anos) Quantidade de Prestações
Inferior Superior  
0 76 120
77* 120
78* 108
79* 96
80* 84
81* 72
82* 60
83* 48
A partir de 84 36
* Entre 77 e 83 anos, o prazo decresce a cada mês. Por exemplo, um mutuário com idade de 77 anos e 1 mês terá prazo máximo do Empréstimo Simples de 119 meses. Passado mais um mês, o prazo irá diminuir para 118 meses e assim sucessivamente.

 

Valores e reajustes

Os participantes que possuem margem concessão de empréstimo e limite disponíveis podem visualizar os valores de prestação inicial e concessão no momento da simulação.


Recálculo da prestação

 

O recálculo da prestação acontece no mês de aniversário do contrato, considerando o saldo devedor e a projeção do INPC. A prestação recalculada pela nova metodologia passa a vigorar a partir do mês seguinte.

 

Encargos

 

Sobre as contratações serão aplicadas as seguintes taxas e impostos:

Taxa de juros:

A taxa nominal é de 4,75% a.a., após a atualização monetária dos saldos devedores. A cobrança é feita mensalmente.

Atualização monetária – INPC com defasagem de dois meses da ocorrência.

Fundo de Liquidez (FL) – A cobrança encontra-se suspensa para os participantes do Plano 1 desde setembro de 2009. No caso da modalidade ES 13º, a cobrança é realizada no ato da concessão.

Fundo de Quitação por Morte (FQM) – este Fundo é destinado à quitação da dívida vincenda em caso de falecimento do mutuário.

No Plano 1 - taxa nominal de 0,6% a.a. para os participantes com idade até 59 anos, 1,0% a.a. para participantes com idade de 60 a 64 anos, 1,2% a.a. para participantes com idade de 65 a 69 anos, 2,5% a.a. para os participantes com idade de 70 a 74 anos, 3,5% a.a. para os participantes com idade de 75 a 79 anos, 4,0% a.a. para os participantes com idade de 80 a 84 anos, 4,5% a.a. para os participantes com idade de 85 a 89 anos e de 5,0% a.a. para os participantes a partir de 90 anos.

Obs.: Para as operações contratadas a partir do dia 30 de novembro de 2015, a taxa para composição do Fundo de Quitação por Morte será alterada no decorrer do contrato de acordo com a idade do mutuário. A nova taxa passará a incidir sobre o saldo devedor no mês seguinte ao aniversário do mutuário e será considerada para recálculo da prestação no aniversário do contrato.

Taxa de administração – Destinada a cobrir os custos operacionais e administrativos da carteira, na forma da Resolução Bacen 4.661 de 25.05.2018, e cobrada no ato da concessão ou renovação. No Plano 1, a taxa é de 0,2% sobre o valor total do empréstimo, no ato da concessão ou da renovação.

IOF – De acordo com o Decreto 8.392, de 20 de janeiro de 2015, as concessões e renovações de empréstimos estão sujeitas a incidência de IOF - Imposto Sobre Operações Financeiras:

  • Nas concessões – 2,993% acrescido de 0,38% de alíquota adicional sobre o valor solicitado.
  • Nas renovações – 2,993% acrescido de 0,38% de alíquota adicional sobre o valor a ser disponibilizado (valor solicitado menos o saldo devedor do ES anterior).

 

Obs.: Taxa Mínima Atuarial – Atualmente é o INPC mais juros atuariais de acordo com cada plano. Os encargos financeiros cobrados nas operações de Empréstimo Simples não poderão ser inferiores a taxa mínima atuarial do respectivo plano de benefícios, acrescido do valor correspondente ao custo administrativo e operacional da Carteira, conforme preceito legal vigente.

 

Liquidações e amortizações antecipadas

As liquidações e amortizações antecipadas podem ser solicitadas em nosso autoatendimento e devem ser agendadas com antecedência mínima de dois dias úteis para cobrança por débito em conta. Para pagamento por boleto bancário, o vencimento pode ser agendado para o próprio dia.

Após a confirmação da amortização extraordinária é necessário aguardar 3 dias úteis para verificar o valor amortizado no extrato.

As amortizações extraordinárias efetuadas não diminuem o prazo de carência para renovação do empréstimo.

Para empréstimos concedidos a partir de 21/01/2015, ao realizar uma amortização extraordinária, o mutuário poderá optar entre redução do valor da prestação, que passará a vigorar a partir do mês subsequente à data da amortização, ou redução do prazo.

Para os contratos concedidos até 20/01/2015, as amortizações extraordinárias não diminuem o valor das prestações, reduzindo, no ato da amortização, apenas o saldo devedor.
 

Agendamentos de liquidação antecipada ou liquidação por renovação do ES em data anterior ao dia 20

  1. Se a liquidação ocorrer antes da confirmação do débito da prestação na folha de pagamento do BB ou da Previ, será cobrado o saldo devedor sem o abatimento do valor da prestação e, posteriormente, caso ele seja cobrado no contracheque, o valor será devolvido para a conta corrente do mutuário
  2. Se a liquidação ocorrer depois da confirmação do débito na folha de pagamento, será cobrado o saldo devedor já abatido o valor da prestação do mês, que será debitada no dia 20 e, portanto, não haverá devolução

Cancelamento

É possível cancelar um empréstimo recém-contratado no Autoatendimento do site da Previ até as 15h no prazo de até 2 (dois) dias úteis antes do crédito em conta. Após este prazo, só é permitido efetuar uma liquidação do empréstimo por boleto ou débito em conta.

Na impossibilidade de cancelar pelo Autoatendimento do site, por qualquer motivo, a solicitação deverá ser feita dentro do prazo de 2 (dois) dias úteis antes do crédito, até as 15h, exclusivamente pelo telefone 0800 729 0505.

Saiba mais

Índice de atualização dos contratos

É utilizado o INPC com defasagem de dois meses.
Por exemplo, em junho-15 foi utilizado o INPC referente ao mês de abril-15 (0,70993214).

Referência Índice de Atualização
(INPC)
setembro-20 0,870084
agosto-20 0,360063
julho-20 0,440084
junho-20 0,300016
maio-20 -0,250059
abril-20 -0,229956
março-20 0,180090576
fevereiro-20 0,169957456
janeiro-20 0,189913832
dezembro-19 1,220062591
novembro-19 0,540032827
outubro-19 0,039976910
setembro-19 - 0,050039490
agosto-19 0,120014581
julho-19 0,099924963
junho-19 0,009918630
maio-19 0,149939649
abril-19 0,599963044
março-19 0,770074081
fevereiro-19 0,540033544
janeiro-19 0,360040490
dezembro-18 0,139955729
novembro-18 -0,249911908
outubro-18 0,399920016
setembro-18 0,300068653
agosto-18 0,000000000
julho-18 0,249973417
junho-18 1,42990766
maio-18 0,429910591
abril-18 0,209979555
março-18 0,069910459
fevereiro-18 0,180036878
janeiro-18 0,230025461
dezembro-17 0,260048033
novembro-17 0,180050987
outubro-17 0,370030526
setembro-17 -0,019986848
agosto-17 -0,029971287
julho-17 0,169925745
junho-17 -0,299920380
maio-17 0,360078904
abril-17 0,079970176
março-17 0,320100373
fevereiro-17 0,240046921
janeiro-17 0,419974174
dezembro-16 0,140052332
novembro-16 0,069973754
outubro-16 0,170051096
setembro-16 0,079908582
agosto-16 0,310019335
julho-16 0,640017734
junho-16 0,469998659
maio-16 0,980030779
abril-16 0,639859494
março-16 0,440168826
fevereiro-16 0,949901715
janeiro-16 1,510003775
dezembro-15 0,900008706
novembro-15 1,110044983
outubro-15 0,769974541
setembro-15 0,509990282
agosto-15 0,250046367
julho-15 0,580083427
junho-15 0,769810911
maio-15 0,990146566
abril-15 0,70993214
março-15 1,509812495
fevereiro-15 1,160221779
janeiro-15 1,479840326
dezembro-14 0,620000386
novembro-14 0,530048634
outubro-14 0,37997514
setembro-14 0,489847902
agosto-14 0,18009795
julho-14 0,129966808
junho-14 0,260117102
maio-14 0,59992566
abril-14 0,779917438
março-14 0,820051867
fevereiro-14 0,640070545
janeiro-14 0,630079072
dezembro-13 0,719880833
novembro-13 0,539920832
outubro-13 0,609979451
setembro-13 0,27012665
agosto-13 0,159934878
julho-13 -0,130022409
junho-13 0,280109117
maio-13 0,350051